X
ÚLTIMAS NOTÍCIAS /
 
Governo do Estado decreta situação de emergência na região de Curitiba e Litoral
 
29/11/2022
Fonte: https://hojepr.com/governo-do-estado-decreta-situacao-de-emergencia-na-regiao-de-curitiba-e-litoral/
Crédito:

O Governo do Estado publicou nesta terça-feira (29) o decreto que declara situação de emergência na região Leste do Paraná, que compreende municípios da Região Metropolitana de Curitiba e do Litoral. O decreto atende à recomendação da Coordenadoria Estadual da Defesa Civil, em razão das chuvas intensas que atingem a região desde o dia 25 de novembro.

A publicação do decreto foi anunciada pela manhã pelo governador Ratinho Junior, que também determinou a criação de um gabinete de crise para concentrar as informações e o atendimento às vítimas do deslizamento de terra na BR-376, em Guaratuba. O documento autoriza a mobilização de todos os órgãos estaduais para atuarem nas ações de resposta ao desastre, reabilitação do cenário e reconstrução das áreas atingidas.

A homologação da situação de emergência permite o apoio do Estado aos municípios atingidos, e caso tenha o reconhecimento federal, as cidades também recebem apoio da União. Além do envio de equipes e materiais, o decreto também possibilita o envio de recursos para esses locais, o que dá mais celeridade à recuperação das áreas atingidas para que a situação volte à normalidade.

“Por causa das chuvas intensas, as equipes da Defesa Civil já estavam monitorando vários pontos críticos do Estado, mas lamentavelmente houve este desabamento”, disse o governador.

“Deslocamos rapidamente equipes do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e da Polícia Rodoviária Estadual, para atuarem junto com a Polícia Rodoviária Federal. Pela manhã iniciei de imediato um gabinete de crise para fazer uma coordenação geral, junto com todas as forças de seguranças, para fazer o atendimento à população”, acrescentou Ratinho Junior.

“Nos solidarizamos com todos os familiares de quem perdeu sua vida. A situação é muita crítica e ainda há risco de desmoronamento de outros pontos da Serra do Mar. A vigilância é grande, tivemos inclusive que limitar o número de bombeiros que prestam atendimento”, destacou ele, afirmando que outras equipes trabalham na desobstrução das vias bloqueadas.

 

Equipes

Equipes do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal, Defesa Civil e da concessionária Arteris Litoral Sul estão mobilizadas desde a noite de segunda-feira (25) para prestar atendimentos no local. As más condições do tempo, porém, dificultam as buscas e a avaliação dos danos.

A estimativa é que seis carretas e de 10 a 15 veículos tenham sido soterrados pela lama. Uma morte foi confirmada até o momento.

Além da BR-376, as principais rodovias de acesso ao Litoral também estão bloqueadas por causa da queda de barreiras. Há interdições totais na BR-376 e na Estrada da Graciosa e interdição parcial na BR-277.

As chuvas intensas também causaram inundações, enxurradas e alagamentos em outros municípios do Litoral e da Região Metropolitana. Um boletim divulgado às 12h30 pela Defesa Civil mostra que 680 pessoas foram atingidas pelas ocorrências, sendo que 474 estão desalojadas e 24 desabrigadas, e 122 casas foram danificadas. As ocorrências foram registradas em Campina Grande do Sul, Morretes, Quatro Barras e São José dos Pinhais.

 

Chuvas

As estações meteorológicas do Estado identificaram chuvas acima da média histórica para o mês de novembro em cidades do Litoral e Região Metropolitana de Curitiba. De acordo com o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), as cidades mais atingidas foram Guaratuba, Antonina, Curitiba, Paranaguá, Guaraqueçaba e Tijucas do Sul.

No total, choveu quase 900 mm a mais do que a média histórica do mês de novembro na soma de todas essas cidades.

 
 Galeria de Fotos
 
 Outras Notícias
» A câmara de vereadores parabeniza Todos Os Agricultores pelo seu dia.
» Nota De Pesar
» Nota De Pesar
» Emendas impositivas dos Vereadores
» Parabéns a Todos os Garis Pelo Seu Dia
» Câmara Municipal Reserva PR
VER TODAS